Matando Idéias

Betas, descartes e testes.

Archive for the ‘Poemas’ Category

Os imundos

Posted by manjivitor em fevereiro 24, 2009

Acordei tristemente um dia.
Vi um mundo doente com gente doentia.
A salvação batia a porta,
E era tão fácil atende-la
Mas o vendedor dizia,
Sua vida é vazia
E a terra há de come-la.

Existem cegos no mundo.
Nascidos mortos e vivendo moribundos.
Dando significados a vida,
Vivendo de forma evolutiva.
De si mesmos oriundos,
Vivendo para viver em outros mundos.
Dando à venda força ativa.

Velhos vultos vagando vendados no velho mundo.
Vidas vazias vendendo versões de vermes verdugos.

Acordei tristemente um dia.
Vi um mundo doente com gente doentia.
Vi cenas, vi praça, vi vontade e desgraça.
Vi vermes, vi cegos, vi doentes e traças.

Vi Anjos e vi sangue.
Vi sal e vi diamante.
Vi vergonha e vi defuntos.
E vi os imundos que habitam o mundo.

Anúncios

Posted in Poemas | Leave a Comment »